quarta-feira, 30 de abril de 2008

O Senhor nosso Deus é o único Senhor, Dt 6.4

Testemunhas de Jeová – Declaram que o texto prova que não há pluralidade de pessoas na divindade.


Resposta Apologética

Na língua hebraica a palavra único está no construto e revela uma unidade composta, não uma unidade absoluta. Sendo assim, até no texto áureo do judaísmo encontramos a unidade composta de Deus na expressão único. Outro exemplo de unidade composta é vista em Gn 2.24 (onde o homem deixará pai e mãe e se unirá a sua mulher e serão os dois uma só carne), em que duas pessoas distintas são consideradas por Deus uma só carne. Confrontando a passagem com outros textos, aprendemos que há um só Deus verdadeiro, que é trino em personalidade (2 Co 13.13), ou seja, há três pessoas de uma só natureza. Cada uma das três pessoas da Trindade é chamada na Bíblia de Deus: o Pai (1 Pe 1.2), o Filho (Jo 20.28) e o Espírito Santo (At 5.3-4). Ademais, cada uma possui os atributos da deidade, incluindo onipresença (Sl 139.7; Mt 28.20; Hb 4.13), onisciência (Mt 9.4; Rm 11.33; 1 Co 2.10) e onipotência (Mt 28.18; Rm 15.19; 1 Pe 1.5). Também encontramos uma referência à Trindade em Mt 28.19: Portanto ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. A palavra nome é singular no grego, indicando que existe um Deus. Mas, existem três pessoas distintas na divindade, como é indicado pelos artigos definidos: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.


Fonte:

Bíblia Apologética, Editora ICP.

1 comentários:

Marcos disse...

Benção, que Deus continue te usando a cada dia, muito bacana o conteúdo do blog muito edificante..
Deus fará grandes coisas no seu meio, elefará de vc um grande instrumento...

Shalom